Alergia Alimentar Canina – O que Fazer?

Devemos aprender a diferenciar alergias alimentares caninas de intolerância alimentar, que são transtornos com os quais você pode se deparar com certa frequência. 

Neste artigo do Cachorro de 29 anos, vamos falar quais são os pontos-chave para reconhecer uma alergia alimentar canina.

O QUE É ALERGIA ALIMENTAR CANINA?

Mais comum do que se pensa, essa doença pode surgir em cães de todas as idades e raças.

Cães que demonstram hipersensibilidade são os que apresentam maiores riscos de ter algum tipo de alergia alimentar. 

Mesmo existindo maneiras simples de identificar os sintomas, a alergia pode vir de fontes rotineiras, como a ração do seu cão.

 Leia Nosso Artigo: Alimentação Natural Canina na Quarentena

A alergia alimentar canina é uma resposta exagerada do sistema imunológico para se defender de determinados agentes invasores presentes na ração canina e em outros alimentos. 

Assim como os seres humanos, os animais podem se tornar alérgicos a diversos tipos de comidas, incluindo aquelas que já fazem parte do consumo do dia a dia há anos.  

Geralmente, os a presença de corantes nas rações e o tamanho da proteína processada são fatores mais comuns que geram alergia canina.

COMO SABER SE MEU PET TEM ALERGIA ALIMENTAR

Ao notar no seu cão os sintomas, o primeiro passo é levá-lo ao veterinário. Em muitos casos, a simples remoção da ração pode resolver o problema.

Além disso, o veterinário também pode solicitar exames de sangue e submeter e diversos testes.

Quando a solução para o problema for encontrada, você verá resultados positivos no seu pet e conseguirá se adaptar facilmente a qualquer restrição alimentar!

CAUSAS

Os alérgenos mais comuns são os corantes artificiais presentes em alguns tipos de ração para cachorro e as proteínas, como a carne bovina, laticínios, trigo, ovo, frango, cordeiro, grãos, porco, coelho e peixe. 

A maioria dos cães geralmente têm reações alérgicas a mais de um alimento. O corpo encara o corante e/ou a proteína com uma ‘lente de aumento’, como se fosse algo nocivo ao corpo. 

Descubra Como Economizar Milhares de Reais Parando de Comprar Rações Caras e Prejudiciais a Saúde do Seu Cachorro

Então, o sistema imunológico produz uma série de células que vão acarretar todos os sintomas da alergia, geralmente vistos na pele e no sistema digestivo.

SINTOMAS

Embora a princípio possa parecer que os sintomas de alergia alimentar em cães são principalmente digestivos, a verdade é que o sinal mais característicos é a coceira e por consequência arranhar para aliviá-la. 

A alergia alimentar pode acontecer com cachorros de todas as idades e, sem o padrão sazonal que acontece nas alergias desencadeadas, por exemplo, ao pólen.

Os alimentos mais relacionados às reações alérgicas são as carnes, leite, ovos, peixe, cereais e soja.

Descubra Como Aumentar a Expectativa de VIDA do Seu Cachorro em até 8 Anos a Mais que a Média Esperada

A alergia é uma reação de hipersensibilidade diante de uma substância, neste caso as proteínas, que a princípio não deveriam ser perigosas para o organismo. 

Se o sistema imunológico considerar que são perigosas, aí é que ocorre a alergia. O cachorro deve ser exposto ao alérgeno uma ou mais vezes para que a reação seja desencadeada. 

Por isso, é mais comum em cachorros que seguem a mesma alimentação há algum tempo.

Como se manifesta a alergia alimentar em cães? Como já dissemos, a dermatite por alergia alimentar em cachorros será o sintoma principal. 

Este transtorno causa avermelhamento e coceira intensa. Você pode notar também pequenos caroços de cor vermelha e feridas causadas pela coceira. 

É muito normal que este transtorno cutâneo afete a área inferior do corpo e as orelhas, causando otite por alergia alimentar em cachorros. As pernas e parte posterior das patas geralmente também são afetadas.

Por último, a diarreia por alergia alimentar em cachorros é rara. Um rápido trânsito digestivo pode acontecer, mas no caso das intolerâncias alimentares. 

Por isso, se suspeitar que seu cachorro sofre de algum transtorno alérgico, é importante que o veterinário confirme esse diagnóstico, 

uma vez que, além da alergia pode ser confundida com intolerância, os transtornos dermatológicos podem ser devidos, também, a outros tipos de alergia em cães ou doenças.

ALERGIA ALIMENTAR E INTOLERÂNCIA ALIMENTAR SÃO A MESMA COISA?

Não, necessariamente, pois a intolerância alimentar caracteriza-se como uma dificuldade na digestão alimentar, causando uma série de reações adversas, principalmente no sistema gastrointestinal.

Já a alergia alimentar canina é uma resposta imunológica imediata à ingestão ou contato com um determinado alimento, fazendo com que o organismo crie defesas e minimize os sintomas.

TRATAMENTO E PREVENÇÃO

Alguns alimentos são considerados mais alergênicos para cães, para uma minoria dos pets sensíveis que também podem ser alérgicos a certos tipos de alimentos, principalmente ração industrializada.

O organismo passa a reagir adversamente a um ou mais alimentos que são oferecidos rotineiramente. 

Descubra Como Economizar Milhares de Reais Parando de Comprar Rações Caras e Prejudiciais a Saúde do Seu Cachorro

Após identificar o problema e ir a um veterinário, ele passará provavelmente algum tipo de dieta para o seu cão.

Depois de cumprida à risca a dieta por cerca de 2-3 meses, o veterinário irá fazer uma nova avaliação para ver se o cão melhorou do quadro dá alergia alimentar.

Além de claro, cortar o tipo de alimento ou ração que foi a causa da alergia alimentar canina.

Quer Saber Exatamente Quais Alimentos dar para seu Filho de Quatro Patas?

Se você quiser saber como:

  • Fazer a transição para a comida natural;
  • Quantidades corretas que devem ser dadas ao seu cão;
  • Quais alimentos são permitidos e proibidos;
  • Como fazer as receitas da maneira mais rápida e barata;
  • E muito, muito mais…

Você precisa conhecer o nosso Combo do Cachorro Super Saudável.

Um conjunto de livros digitais para te ajudar a trazer mais saúde para o seu pet. 

Para saber mais sobre o combo, basta clicar na imagem abaixo:

Alergia Alimentar Canina – O que Fazer?
5 (100%) 1 vote