3 Alimentos que você não deve dar para o seu cachorro de jeito nenhum
O 3º é Uma Surpresa
Fala a verdade, o amor que você tem pelo seu cão é incondicional, não é mesmo?
Eu acredito tanto nisso que aposto que você o trata como um membro da família e o enche de carinho e mimos.

Quase todos fazem isso, mas aqui vai o alerta, muitas vezes essa boa intenção pode ser prejudicial para a saúde do seu amigo. E não falo de excessos no cuidado, meu alerta é para com o que você o alimenta.

Quando se trata de alimentação para cães, o cuidado deve ser redobrado! Isso porque a estrutura biológica canina é diferente da de nós humanos, o que torna alguns alimentos perigosos e, até mesmo, fatais para eles.

Existem alimentos que parecem saudáveis, mas são uma verdadeira bomba para o organismo dos cães e muitas pessoas acabam dando um "pedacinho" aqui e outro ali, sem perceberem que estão envenenando seus filhos de quatro patas, por pura falta de conhecimento!

Veja a seguir uma lista esclarecedora contendo 3 alimentos que você não deve dar para o seu cachorro, mesmo que ele faça aquela carinha de cachorro molhado.
1 - Chocolate
Essa deliciosa guloseima é uma tentação para as pessoas, mas nem pense em oferecer ao seu cão.

Entre os seus problemas, está o fato do chocolate contém teobromina, que é estimulante e funciona de forma semelhante à cafeína, sendo venenosa para os cães.

Embora a quantidade dessa substância varie de acordo com o tipo de chocolate, sendo que quanto mais escuro, mais ele possui a teobromina.

Mesmo doses pequenas podem afetar o coração, sistema nervoso central e rins do seu pet.

Caso ele tenha ingerido chocolate, saiba que o envenenamento ocorre entre 4 e 24 horas após o consumo.

O grau de envenenamento depende da quantidade de chocolate que o pet comeu e você pode observar crises de vômitos, diarreia, agitação, tremores, hiperatividade e até mesmo convulsão.

O melhor a se fazer neste caso é levar o cão ao veterinário, sendo que a primeira medida é fazê-lo vomitar.

O tratamento vai depender dos sintomas que ele apresentar, podendo precisar de fluidos intravenosos (gota a gota) e/ou medicamentos para controlar a frequência cardíaca, pressão arterial e as convulsões.
2- Abacate
O principal problema dessa fruta para o cão é que ela possui uma substância chamada persin, que também está nas folhas, nas sementes do abacate e, inclusive, na casca.

Se o pet ingerir, pode provocar diarreia e vômitos.
3 - Ração Comercial
Já venho alertando isso há tempos. Não só eu, mas diversos veterinários renomados e cientistas ao redor do mundo:

A maioria das rações comerciais para cachorro são uma verdadeira porcaria!

O que era pra ser um alimento "quebra galho" e ser usado apenas para quando as pessoas não tivessem tempo de preparar uma alimentação saudável para seus cães, virou o prato principal de duas a três vezes ao dia para a maioria dos pets no mundo todo.

A ração está longe de ser uma comida de qualidade e você deveria evitar ao máximo alimentar o seu peludo com este tipo de alimento.

Sinto em dizer que se você não fizer isso, seu cachorro pode estar correndo um grande risco de vida ao comer rações comerciais por anos a fio.

A ração é um "alimento" novo que foi industrializado para facilitar a vida das pessoas, porém o que a maioria não sabe é que essa facilidade tem um custo que, muitas vezes, é pago com a saúde e longevidade da vida do seu cãozinho.
Descubra Nesse Vídeo As 6 Doenças Mais Comuns Causadas Pelas Rações Comerciais...
Eu gravei uma apresentação onde explico em detalhes os males que as rações causam no seu filho de 4 patas e revelo uma dieta que pode aumentar a expectativa de vida do seu cachorro entre 5 a 10 anos de forma saudável e natural.
Assista esta apresentação agora mesmo clicando aqui.
Há diversos casos de cães que viveram o suficiente por muito mais tempo ao lado do seus donos e nenhum deles era alimentado com rações cheias de químicos (falo mais na apresentação). A dieta deles foi o combustível para que vivessem saudavelmente por tantos anos.

Confira esta apresentação agora mesmo clicando no botão abaixo:

”Olá, eu sou o Cássio Cardoso. Tenho 29 anos. Sou gaúcho e luto pelas causas animais e trato meu cachorro como se fosse um filho. Fiz esse blog para encontrar outras pessoas como eu e trocarmos uma ideia sobre o assunto.”

Publicado por

Cássio Cardoso

Saiba mais!
Alguma dúvida?